III – The New Guy:

 

Para a decepção da Família Peart que morava em uma fazenda perto de Hagersville – Ontario - Neil nunca aprendeu a patinar direito ou jogar hóquei e sempre foi considerado um garoto bastante introspectivo que encontrou na leitura e na bateria uma forma de conforto, ou como ele mesmo costuma afirmar “um instrumento de autoestima”.

 

No verão de 1974, Neil que tinha na época 22 anos, estava trabalhando na Dalziel Equipment (a loja agrícola do seu pai) e de repente recebeu a visita dos empresários do Rush num corvete branco. Eles se identificaram e relataram que haviam conhecido seu trabalho através da banda de Rock´n Roll progressivo chamada JR Flood em que Neil tocava na época. O rapaz hesitou um pouco e pediu ajuda ao seu pai Glen que deu total apoio, assim como a simpática mamãe Betty Peart. Em seguida, o promissor baterista pegou emprestado o carro Ford Pinto da família e foi até o local fazer sua apresentação, deixando todos perplexos com sua alta performance. Em apenas duas semanas, Neil Peart já estava pronto para fazer sua gig no Pittsburg Civic Arena no Estado da Pensilvânia para 11 mil pessoas, abrindo para Manfred Mann e Uriah Heep.

 

O gerente de turnê Howard Ungerleider foi aos poucos ensinando os jovens integrantes do Rush a serem mais profissionais e desde cedo exigiu muita dedicação de todos eles. A banda chegou a trabalhar até 11 dias seguidos sem descanso, ganhando ainda relativamente abaixo do que imaginavam inicialmente, mas conhecendo muitas cidades norte-americanas e também outras celebridades do mundo da música, como Aerosmith, Thin Lizzy, Ney York Dolls e principalmente o Kiss que fez questão que o Rush - ou como eles mesmo diziam, o “Led Zeppelin Canadense”- abrisse os shows dos rockeiros mascarados.

 

Diante de tantas mudanças, o tímido Peart precisou encontrar seu espaço na banda, já que a amizade de Alex e Geddy vinha de muito tempo antes e sua introspecção poderia atrapalhar o progresso do Trio. Foi aí que eles perceberam que esse acanhamento estava associado com os anos em que Peart ficara trancafiado em seu quarto, lendo imensos volumes de livros e que essa imensa carga de leitura do jovem Peart poderia contribuir substancialmente para as letras das músicas. Foi assim que surgiu o novo e ad aeternum letrista do Rush...

 

  • Wix Facebook page
  • Wix Facebook page

+55 (31)-99361-0300

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now