• Facebook - Black Circle

Vito Montanaro fala do álbum "Victor" de Alex Lifeson.

       Após a Counterparts tour, em 1994 o RUSH resolveu tirar pouco mais de 1 ano de folga, mas Alex Lifeson foi praticamente direto para o Lerxst Sound (home estúdio do Alex), e entre Outubro 1994 e Julho de 1995 concebeu e gravou o álbum Victor, lançado em 9 de Janeiro de 1996. 
Logo após o lançamento Alex já se envolveu novamente com o Rush, para o álbum Test for Echo, então Victor teve pouca divulgação efetiva, mas o álbum alcançou o 99º lugar na Billboard 200 em 1996 e recebeu o Juno Award em 1997, como Best New Group.

       Alex colocou a mão na massa, produzindo, escrevendo letras, gravando baixo, teclados, guitarra, violão, mandola... trabalhou na arte da capa, trabalhou junto aos músicos convidados, ou seja, acendeu e apagou a luz do estúdio, inclusive tendo participação do filho Adrian e da esposa Charlene. 

       Mas o que interessa são as músicas, pois informações vocês podem encontrar nas redes sociais, como músicos participantes (Les Claypool, por exemplo gravou uma das faixas). Alex buscava a energia e o clima de bandas como Alice in Chains e Soundgarden para a sonoridade do álbum.

   

Victor é um álbum que ouvi à época do lançamento, ficando depois muitos anos sem ouví-lo, então essa foi a boa oportunidade de um refresh. Aqui vão minhas preferidas ou destaques do álbum (somente minha opinião, claro). Começo pela música "Start today", onde a vocalista Lisa DalBello canta com vigor e potência incríveis (vale muito a pena conferir essa faixa, e estou certo que vai querer ouvir novamente). 


     Sigo com "Shut up shutting up", uma música muito bem humorada, com um groove funkeado, onde em toda a música é como se você estivesse entre um diálogo interminável entre duas mulheres e chega uma hora que você não aguenta mais (Charlene é uma das mulheres desse diálogo). "Mr X" e "Strip and go naked" são duas instrumentais que também valem a pena dar atenção, provando mais uma vez o porque de Alex Lifeson ser um dos grandes guitarristas desse nosso mundão. 


 

Escute Victor no Youtube

       "Promise" é sem dúvida a faixa que mais gosto do álbum, e já tive a grata oportunidade de tocar em uma das edições do Rush Fest (creio que entre 2004 e 2006).  

Finalizando, Victor é um álbum que você consegue ouvir inteiro, e que mostra Alex com a mão na massa, utilizando texturas, timbres, grooves e guitarras nos lugares certos, respeitando a música, como sempre fez no Rush. 

      Muito obrigado pela atenção, é sempre um prazer poder falar sobre Rush ou seus integrantes.

 

Faixas do álbum:
Don't Care 4:04
Promise 5:44
Start Today 3:48
Mr. X 2:21
At the End 6:07
Sending Out a Warning 4:11
Shut Up Shuttin' Up 4:02
Strip and Go Naked 3:57
The Big Dance 4:14
Victor 6:25
I Am the Spirit 5:31

Vito Montanaro é baterista (exímio baterista por sinal) da banda cover paulista Rush Project e colaborador do

Portal Rush Brasil.

Estamos a procura de pessoas que possam colaborar com o Portal.  Se você escreve legal, tem alguma história, curiosa sobre o Rush, sabe desenhar bem, entre em contato conosco pelo Messenger da fanpage ou pelo e-mail portalrushbrasil@gmail.com.

Abs com YYZ!

  • Facebook - Black Circle

Sugestões de Leitura

Rush Fest IV em Santa Catarina - dia 24 de Março 2018

Resumão Beyond The Lighted Stage - New World Men

  • Wix Facebook page

+55 (31)-99361-0300

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now